Analisador de Textura no Estudo do Milho Enlatado

Analisador de Textura


Objetivo:
Comparação da textura de duas marcas de milho enlatado através de cisalhamento.

Equipamento: Analisador de Textura TA.XT Plus da Stable Micro Systems.

Acessório: Kramer Shear Cell de 10 lâminas (código HDP/KS10), usando célula de carga de 250 kg e plataforma Heavy Duty (código HDP/90).

Preparação das Amostras: Retire as amostras de suas respectivas latas, escorra e pese em partes iguais. É importante que esta quantidade pesada seja suficiente para preencher a célula de cisalhamento em 50% da sua capacidade.

Teste de preparação: Posicione a célula de cisalhamento vazia (com o perspex transparente virado para frente) na Plataforma Heavy Duty, a qual deve ser aparafusada com folga na base do analisador de textura. Atarrache as lâminas por meio do adaptador diretamente no suporte da célula de carga (a qual está presente dentro do braço do analisador de textura) e abaixe-as para dentro da célula de cisalhamento. Certifique-se que as lâminas passem livremente pelas ranhuras da base da célula sem tocar em nenhuma superfície. Ajuste a plataforma Heavy Duty de forma que a folga seja visível entre as lâminas e as respectivas fendas. Somente então, aparafuse a plataforma Heavy Duty sobre a base do analisador de textura.

Antes de realizar o teste, é necessário calibrar as lâminas para reconhecerem o fundo da célula de cisalhamento como posição zero. Para tanto, abaixe as lâminas de modo que fiquem próximas à base da célula. Clique em T.A. na barra de menus do Software Exponent (fornecido ao adquirir o analisador de textura) e depois em CALIBRATE PROBE. Especifique a distância que você deseja que as lâminas comecem a partir de cada teste (sugerimos 55mm). Posicione um cartão fino na parte inferior da célula para que as lâminas não ultrapassem o nível da base. Elas se moverão para baixo e tocarão no cartão. Em seguida, se moverão para a distância de início especificada (retire o cartão logo depois da calibração). Para a comparação dos resultados, é crucial que o teste comece sempre a partir da mesma distância do fundo da célula. Essa distância pode ser programada na função CONTROL PROBE.

Antes de cada teste, assegure-se de que as lâminas não estejam tocando em nenhuma superfície. Um “teste em branco” é recomendável neste caso, o qual é feito sem qualquer amostra dentro da célula de cisalhamento apenas para observar essa condição. Em seguida, posicione a amostra dentro da célula, distribua as unidades uniformemente (deixando a superfície o mais horizontal possível) e execute o teste. Para evitar que o analisador de textura estabeleça dados errôneos, é importante que seja feita uma limpeza das lâminas e das ranhuras da célula de cisalhamento entre os ensaios, removendo qualquer vestígio de amostra remanescente.

Curvas típicas:
Analisador de Textura
As curvas acima foram produzidas pelo Software Exponent (fornecido com o equipamento) ao receber os dados enviados pelo Analisador de Textura TA.XT Plus a partir de ensaios com duas marcas de milho enlatado com amostragens de 100g que foram drenadas a 20°C.

Observações: Os gráficos indicam que a amostra A requer uma força significativamente maior para ser cortada e comprimida, sendo portanto significativamente mais dura do que a amostra B. O cálculo da área sob a curva também pode ser a indicação da dureza/firmeza.

Notas:

    • O termo “Dureza” também pode ser referido como “Firmeza”.
    • A célula de cisalhamento Kramer é um dispositivo de múltiplas lâminas. A amostra a ser cortada é frequentemente de configuração ou estrutura variável. O resultado é uma média das forças necessárias para cortar a amostra de geometria variável.
    • Se a amostra for mais firme do que se deseja, uma célula de carga de 500kg seria recomendada para uma faixa de força maior.
    • A diferença nos valores de dureza do milho pode ser resultado de um ou mais dos seguintes fatores: tempo de colheita das diferentes variedades de milho, tempo de branqueamento, teor de cálcio da água em que o milho é armazenado em lata.
    • Este estudo de aplicação foi concebido para uma amostra específica e, por isso, deve-se notar que qualquer desvio da amostra em termos de tamanho, forma, formulação, etc., pode causar grandes diferenças ou mesmo exigir um método diferente de ensaio.

Para maiores informações sobre este teste ou sobre o Analisador de Textura TA.XT Plus, entre em contato com os engenheiros da Extralab Brasil por e-mail: contato@extralab.com.br ou telefone: 11 4524 2414.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s