O Analisador de Textura no Estudo de Embalagens do Tipo Stand Up Pouches

As embalagens do tipo stand up pouches são aquelas flexíveis em formato de bolsa que ficam em pé nas prateleiras dos supermercados, geralmente para acondicionar um alimento fluido (o molho de tomate constitui um dos exemplos mais comuns no Brasil). Este tipo de embalagem é um sucesso no mundo todo e, de acordo com os especialistas do setor, vamos experimentar um crescimento ainda maior na utilização desse tipo de material nos próximos anos.

E há muitas razões para este sucesso. As stand up pouches são atraentes para os consumidores e fáceis de transportar, por exemplo. Esse crescimento vertiginoso foi muito liderado pelas papinhas de frutas para bebês em embalagens flexíveis com tampa de rosquear, mas agora conseguimos facilmente identificar este tipo de embalagem para acondicionar molho de tomate, ketchup, maionese, mel, sucos, vinho (sim, até vinho!), creme de leite, rações e uma série de outros produtos alimentícios nas prateleiras dos supermercados.

As embalagens de alimentos evoluíram para assumir um papel muito mais ativo nas empresas de bens de consumo no sentido de diferenciar seus produtos no mercado.

Vários materiais, formas, estruturas e funcionalidades foram aplicados para fazer com que um pacote de produtos se destaque no meio do ruído do ambiente competitivo. Com dois terços das decisões de compra do consumidor sendo tomadas nas prateleiras do setor varejista, a embalagem atraente e funcional é mais importante do que nunca no sucesso ou no fracasso de um produto alimentício.

A embalagem do tipo stand up pouch não só protege os conteúdos alimentícios, mas também pode ser acomodada em espaços apertados na geladeira, no freezer ou na dispensa. Ou ainda em trânsito em bolsos, bolsas ou dentro das mochilas. Além disso, as embalagens que possuem o mesmo volume de produto apresentado em recipientes rígidos ou semi-rígidos não são tão volumosas na prateleira de um supermercado, disponibilizando com isso mais espaço para os varejistas. A embalagem flexível pesa menos e ocupa menos espaço nos veículos de distribuição, o que se traduz em menor custo de distribuição por unidade de produto.

O dispositivo Sachet/Tube Extrusion (conforme mostrado à esquerda) em conjunto com o Analisador de Textura TA.XT Plus quantifica a força necessária para espremer o conteúdo de embalagens em forma de tubo, sachet ou stand up pouches. Isso permite que os fabricantes quantifiquem a facilidade de remoção e aplicação de seus produtos ao utilizar estes tipos de embalagens.

O dispositivo (em destaque na foto ao lado) permite o posicionamento da embalagem verticalmente entre dois rolos, onde a extremidade fechada do produto permanece presa a uma garra acoplada ao braço do Analisador de Textura TA.XT Plus. Em seguida, o braço do analisador de textura se ergue, elevando a embalagem através dos rolos e, com isso, forçando o conteúdo para fora. Quanto maior a força registrada durante este tipo de teste, maior será a dificuldade que um consumidor enfrentará ao espremer a embalagem para retirar a quantidade necessária do produto.

Ao testar a força necessária para espremer o conteúdo de um tubo, sachet ou stand up pouch em intervalos regulares durante longos períodos de tempo, os desenvolvedores podem analisar as mudanças na consistência de um produto ao longo de sua vida útil e adaptar as formulações em conformidade com os padrões de qualidade estabelecidos.

O Analisador de Textura TA.XT Plus em conjunto com o dispositivo Sachet/Tube Extrusion foi projetado para comparar a força versus tempo (como mostrado tipicamente abaixo), pode alertar os fabricantes para a adequação de um produto para a embalagem neste formato. Tal ensaio na fase específica de produção poderia representar a diferença entre um lote bem sucedido e atraente e um outro que causará desperdício e inconveniência para o consumidor.

A Stable Micro Systems oferece uma família de diferentes Analisadores de Textura projetada para as necessidades específicas de setores, indústrias e instituições mais exigentes do mundo. Dependendo do tipo de força requerida ao testar materiais com espessura e tratamento variados, pode ser necessário utilizar diferentes tipos de equipamentos. Para materiais que excedem os 50kg de força, recomenda-se o uso do Analisador de Textura TA.HD Plus (o primeiro equipamento da esquerda para a direita, com duas colunas na imagem logo acima), o qual é recomendado para forças de até 750kg.

Um extenso portfólio de acessórios especializados está disponível para medir e analisar as propriedades texturais de uma enorme variedade de produtos e materiais. Ainda assim, se a sua necessidade for muito específica ao ponto de não encontrar qualquer dispositivo capaz de atendê-la (verifique as soluções disponíveis no menu APLICAÇÕES de nosso site), nossos engenheiros podem projetar probes ou acessórios personalizados com as suas especificações. Não só podemos desenvolver o método mais adequado e preciso para a sua amostra, mas também podemos preparar os procedimentos de análise que obtêm os parâmetros desejados de sua curva e disponibilizá-los em uma planilha ou relatório concebidos em torno de suas necessidades.

Uma vez que sua mensuração é realizada, a nossa experiência em sua interpretação gráfica é incomparável.

Ninguém entende sobre análise de textura como nós!

Para maiores informações sobre como os Analisadores de Textura da Stable Micro Systems podem fazer toda a diferença na sua empresa ou instituição, entre em contato com os engenheiros da Extralab Brasil por e-mail:contato@extralab.com.br ou telefone: 11 4524 2414.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s